Seja Bem-Vindo! by Kamy tapetes
Swipe to the left

TAPETES REDONDOS

21 de outubro de 2017

Nos blogs anteriores falamos sobre diferentes funções que os tapetes exercem para os ambientes, incluindo vantagens e desvantagens. Mostramos a importância da escolha mais adequada relacionada às cores, formas e materiais e por que essas características influenciam na decoração. Elaboramos um “mini-guia prático” que responde às principais dúvidas do pessoal, mas mesmo assim ainda aparecem questões relacionadas ao tema “Tapetes Redondos”.

Muitas perguntas chegam aqui para nossa equipe, tais como:

Tapetes redondos estão em alta?

Como devo utilizá-lo em minha casa?

Qual o local mais adequado? Existe um padrão exato de cores que devo escolher?

Então, o conteúdo de hoje é destinado aos redondinhos do momento, valendo lembrar que não existem regras concretas “de etiqueta” dos tapetes, mas sim dicas valiosas que auxiliam a deixar seu ambiente ainda mais charmoso e cheio de estilo, sem abrir mão da qualidade e beleza. Vamos lá?


1. O tamanho do tapete influencia na delimitação do espaço?

Pois é! Assim como os demais formatos, os tapetes redondos também exercem essa função, além de intensificarem ainda mais essa característica, uma vez que se destacam por terem um formato normalmente diferente dos móveis e adornos do local. Você pode utilizar um tapetinho ou um “tapetão”, como desejar, para traçar a área do local. Que tal então delimitar o cantinho da brincadeira no quarto das crianças? Ou o espaço do café? Do local aconchegante de leitura? Fica à sua escolha!


2. Mas, tapete redondo e ainda por cima colorido, não fica um pouco “exagerado”?

Estar “over” é algo que depende muito mais do “conjunto da opera” do que da escolha do tapete em si. Vejamos que, para o décor de qualquer ambiente, o que vale é a concretização de um projeto alinhado às características desejadas. Ou seja, se a intenção é ousar, pois então o tapete pode auxiliar a compor esse cenário. Cada estilo chama por uma composição de itens que se adequem a decoração projetada. O que vale aqui é atingir o objetivo: ambientes mais clássicos, com toque de contemporaneidade, combinam com tapetes de tonalidade pastel, bege, ou até mesmo com geometrismo em relevo. Projetos de intensidade mais moderna, “pop” merecem modelos coloridos, “printed” ou até mesmo uma composição ousada entre formas: por que não colocar um tapete redondo sobreposto a outro retangular? Fica à dica.


3. Posso combinar o formato do tapete com meus móveis? E com minha mesa de jantar?

Claro! Assim como já falamos, o importante é que o tapete se adeque ao projeto. Mesas de jantar, laterais, ou mesmo outros móveis combinam sim com um tapete ovalado. No entanto, não podemos esquecer que, no caso das mesas de jantar, é imprescindível que ela e as cadeiras fiquem por inteiro dentro do tapete, assim evitamos que elas enrosquem no produto, além de evitar desconforto e estragos variados.


4. Qual o material ideal para que meu tapete redondo combine com a decoração?

Essa resposta contempla outra pergunta um tanto quanto retórica: “Qual a sensação que você deseja obter com esse tapete?” A partir dessa diretriz fica mais fácil de escolher o material ideal para ele: Um toque mais frio? Mais quentinho e aconchegante? Evitar escorregões? Colocar algo antiderrapante perto da piscina? Enfim... Uma questão relevante é que isso vale para qualquer formato de tapete, seja ele redondo, retangular, quadrado, desconstruído ou mesmo “geometricamente orgânico”. Materiais naturais como a lã e o algodão são perfeitos para manter “regulada” a temperatura do ambiente. Os tapetes de pelagem mais alta, como os Shaggys, além de “fofinhos e aconchegantes”, ajudam a reter o calor. Para locais quentes, as fibras naturais, seda, viscose e algodão são excelentes opções.


E agora, ainda resta alguma dúvida sobre Tapetes Redondos?

Deixe um comentário com sua pergunta ou entre em contato conosco.

Aproveite e venha conhecer alguns modelinhos em nossa loja virtual: http://tapetes.com